Nações

Nações

 História da tribo da água


A tribo da água do sul localiza-se no Pólo Sul. Antigamente ela era grande e bonita como a tribo da água do norte, porém, ela foi um dos primeiros locais a serem atacados pela nação do fogo depois dos templos dos nômades do ar, assim ficou completamente destruída. Com isso a tribo da água do sul se tornou uma pequena vila formada por tendas e pequenos iglus. Em conseqüência disso, perderam contato com a tribo irmã, mudando assim radicalmente seus costumes. Os únicos guerreiros que lá habitavam foram para o reino da terra para ajudar na guerra, deixando Sokka como responsável pela tribo. 

A tribo da água do norte, localizada no Pólo Norte se tornou bem maior que sua tribo irmã após o ataque sofrido pela nação do fogo. As cidades são construídas por enormes blocos de gelo, casas, muralhas, tudo de gelo. Seus costumes mudaram depois de certo tempo, assim apenas homens podiam aprender a dominar a água e as mulheres a cura. A dobra de água tem o dom da cura, podendo curar ferimentos leves.

 

HISTÓRIA DO REINO DA TERRA

 

Há muito tempo atrás, como diz a lenda, existiam texugos toupeiras, os únicos animais dominadores de terra. Eles faziam enormes túneis nas montanhas criando labirintos. Existiam duas aldeias e uma grande montanha separavam elas. Um certo dia as aldeias entraram em guerra, porém existia um casal apaixonado, Oma e Shu. Eles se escondiam nas montanhas para não serem pegos e mortos pelas aldeias. Viram e aprenderam com as toupeiras a arte da dobra de terra, assim se tornaram os primeiros dobradores de terra. A cidade de Omashu recebe o nome em homenagem aos dois amantes.

     

 HISTÓRIA DA NAÇÃO DO FOGO

 Os primeiros dobradores de fogo foram os dragões. Eles ensinaram aos Guerreiros do Sol que o fogo representa harmonia e vida, e a fonte de energia é o Sol. Quando o Senhor do Fogo Sozin iniciou a guerra a mais de 100 anos, ele interferiu no equilíbrio ensinando os dobradores de fogo a adquirir o seu poder através da raiva e fúria.
Um eclipse solar tem potencial para anular completamente o poder de fogo de um dobrador, revelando uma conexão direta entre o Sol e o dobrador de fogo. Durante o episódio em que Zuko luta contra a Katara no Cerco do Norte, Zuko afirmou o seguinte: “Você levanta com a lua. Eu levanto com o sol”, enfatizando a importância do sol para a dobra de fogo
.

História do templo do ar 

Os dobradores de ar foram extintos quando a Nação do Fogo atacou seus templos, sobrando apenas o avatar Aang, que havia fugido para a Tribo da Água do Sul. Esses dobradores viviam isolados em quatro templos, norte, sul, leste e oeste, o que faz uma contraditória com o titulo “nômades do ar”, já que aparentemente tinham uma moradia fixa.

Os homens possuíam a cabeça raspada e as mulheres, raspada pela metade, deixando o cabelo grande atrás, ambos com setas tatuadas tanto na cabeça quanto pelos braços e pernas, seguindo pelas costas. Acredita-se que essas setas eram a marca de quando o dobrador atinge o nível de mestre, já que, como se vê no episodio 2x16 – Os dias perdidos do Appa, Aang e as outras crianças não tinham setas tatuadas. Essas setas também podem ter sido em homenagem aos bisões voadores, que as possuíam. Os dobradores de ar são pacíficos, e evitam os conflitos ao máximo. Dentre os outros tipos de dobradores, podem ser considerados os mais inteligentes, aqueles que pensam duas vezes antes de agir.

 creditos:http://www.mundoavatar.com.br/